OS CICLOS ASTRONÔMICOS ANTIGOS

  

 

 

 

                        

                              

 

 

 

                        

                    

Consta que Solon, que viveu por volta de 594 ªC., introduziu um calendário Lunar de 354 dias, de doze meses, sendo 6 deles de 29 dias, e 6 de trinta, denominados, respectivamente, de cavos e plenos, perfazendo a média mensal de 29,5 dias.

Antes de Solon, o calendário era Solar, compondo-se de 12 meses de 30 dias, anexando-se ao fim de cada ano, 5 dias, denominados de Epagômenos, perfazendo um total de 365 dias. Estima-se que os gregos, já consideravam o ano solar, como sendo de 365 dias e um quarto, ou 365,25 dias.

Mensurando-se os períodos por meses lunares, aliás, com uma aproximação, para a época, digna de nota, defasava-se das festividades, que de uma forma ou outra, orientavam-se pelo ciclo solar.

Manifestou-se pois, a necessidade de ajustes conciliatórios entre os ciclos lunar e solar, sendo os mais importantes os que seguem:

1) CICLO DE DOIS ANOS (DIETÉRIDA OU DIETERIDE)

Intercalava-se um 13 mês, embolísmico, nomeado de Segundo Poseideon, de 22 dias; diferença essa, considerada como satisfatória, e regularizadora dos ciclos:

***************** CICLO SOLAR CICLO LUNAR DEFASAGEN
PRIMEIRO ANO 365,25 DIAS 354 DIAS 11,25 DIAS
SEGUNDO ANO 365,25 DIAS 354 DIAS 11,25 DIAS
***************** 730,50 DIAS 708 DIAS 22,50 DIAS
MÊS EMBOLÍSMICO *************** 22 DIAS *****************
TOTAIS 730,50 DIAS 730 DIAS 0,50 DIAS

Insatisfeitos, porém, com os resultados obtidos, os astrônomos gregos, duplicaram o ciclo acima.

2) CICLO DE QUATRO ANOS (TETRAETRIDE)

Além dos 22 dias do Dieteride, incorporaram mais 23 dias, ao findar-se o quarto ano:

***************** CICLO SOLAR CICLO LUNAR DEFASAGEM
PRIMEIRO ANO 365,25 DIAS 354 DIAS 11,25 DIAS
SEGUNDO ANO 365,25 DIAS 354 DIAS 11,25 DIAS
***************** 730,50 DIAS 708 DIAS 22,50 DIAS
MÊS EMBOLÍSMICO *************** 22 DIAS ****************
  730,50 DIAS 730 DIAS 0,50 DIAS
TERCEIRO ANO 365,25 DIAS 354 DIAS 11,25 DIAS
QUARTO ANO 365,25 DIAS 354 DIAS 11,25 DIAS
MÊS EMBOLÍSMICO **************** 23 DIAS (-) 23 DIAS
TOTAL 1.461 DIAS 1.461 DIAS (0) ZERO

Da mesma forma como seu antecessor, o ciclo de quatro anos não satisfez; além de continuar defasando os ciclos solar e lunar, ainda tinha o inconveniente de conciliarem-se, mediante a utilização de número de dias, 22 e 23, incompatíveis com os 29 e 30, dos meses cavos ou, plenos.

Sendo assim, os gregos reformularam o Tetraetride, utilizando-se mais uma vez, do artifício de duplicação do ciclo anterior.

3) OCTAETÉRIDE OU OKTAETERIS

Surge na Grécia, lá pelos idos do século VI ª.C..; eram períodos de 8 anos lunares, com um total de 99 meses, sendo 48 de 29 dias e 51 de 30 dias.

Os anos normais possuíam 354 dias e os restantes 384 dias, obtendo-se um total de 8 anos, com 2.922 dias ou, o equivalente a 8 anos solares, considerando-se o ano como sendo de 365,25 dias.

Oito anos lunares correspondiam à 2.832 dias, perfazendo uma diferença com o período solar de 90 dias os quais, eram ajustados, com a inclusão de um 13 mês de 30 dias, nos 3, 5, 3 8 anos.

4) CICLO DE MÉTON

Ver CÔMPUTOS ECLESIÁSTICOS (número áureo).

5) CICLO DE CÁLIPO

Após um século do feito de Méton, por volta do ano 330 ªC., o astrônomo grego Cálipo reformulou o Número Áureo.

Suprime 1 dia em 4 ciclos de Méton; os resultados foram:

Para a revolução sinódica da Lua:

   29,5308510638 dias médios

                                                           ou

 29 dias, 12 horas, 44 minutos e 25,53 segundos

Para a revolução trópica do Sol:

        365,25 dias médios

                                                           ou

           365 dias e 6 horas

Dessa forma, Cálipo reduziu o comprimento do ano trópico a um valor mais eficaz, tornando-se ponto de referência, principalmente aos iniciados da época.

Esse ciclo de 76 anos e 940 lunações passou a ser chamado de Ciclo Cálipo.

6) CICLO DE HIPARCOS

Hiparcos, considerado por muitos como um dos maiores astrônomos da antigüidade, nascido por volta de 150 ª C., retifica o ciclo de Cálipo, e, consequentemente, ainda mais o Ciclo Metônico.

Aferiu que em 126.007 dias e uma hora, havia 4.267 meses sinódicos, 4.573 meses anomalíticos e 4.612 meses siderais, menos 7 graus e 30 minutos; também determinou que 5.458 meses sinódicos correspondiam à 5.923 meses draconíticos.

Em síntese, para a revolução sinódica da Lua chegou à:

     29,5305851 dias médios

                                                           ou

 29 dias, 12 horas, 44 minutos e 2,553 segundos

outrossim, para a revolução trópica do Sol, calculou em:

    365,246666667 dias médios

                                                           ou

       365 dias + 1/4 - 1/3000

                                                           ou

   365 dias, 5 horas, 55 minutos e 12 segundos